Ceia

Ato sagrado

A Celebração do Senhor, que normalmente chamamos de Ceia do Senhor Jesus, é um ato sagrado, e requer que seus participantes sejam comprometidos com Cristo. Ela não pode ser compartilhada por pessoas alheias ao Novo Concerto e ao sacrifício de Jesus Cristo (Mt 7.6). É preciso que cada participante da Celebração, seja alguém que tenha se arrependido de seus pecados e que tenha aceitado a Jesus Cristo como Seu Salvador e, que isso tenha sido feito publicamente, através do batismo em água.

A Importância da Celebração para a Igreja de Cristo

A Celebração do Senhor Jesus, é uma das Festas mais solene da Igreja, de muitíssima importância. A sua importância relaciona-se com o passado, o presente e futuro. 

1) Sua importância no Passado

É um ato «memorial» (gr. anamnesis) da morte de Cristo no Calvário, para nos remir da condenação (Lc 22.19; 1 Co 11.24-26). «...Fazei isto em memória de mim...». Este é um importante elemento na Ceia do Senhor Jesus. Trata-se de uma memorial em face de tudo quanto Cristo foi e fez pelos homens, sobre tudo em sua expiação. Umas das funções da Celebração do Senhor Jesus é de fazer-nos lembrar a redenção que possuímos através de Cristo, que estende potencialmente a todos os homens, tal como a páscoa levou a nação de Israel a lembrar-se de sua redenção da servidão no Egito. Na celebração as nossas mentes se voltam para o Calvário, relembrando do Sacrifício de Jesus, em nosso favor.

1) Sua importância no Presente

A Celebração do Senhor Jesus  expressa a nossa «comunhão» (gr. koinonia) com Cristo e, de nossa participação nos benefícios oriundos da Sua morte sacrificial e ao mesmo tempo expressa a nossa «comunhão» com os demais membros do Corpo de Cristo (1 Cor 10.16,17). A Santa Ceia, a mesa do Senhor Jesus é o lugar onde Cristo, o hospedeiro, se encontra com os remidos, é a mesa onde os dons são dados e recebidos. É o símbolo da nossa união com Cristo.

1) Sua importância no Futuro

A Celebração do Senhor é um ato que antevê a volta iminente de Jesus Cristo para arrebatar a Sua Igreja e, um antegozo em podermos participar com Cristo, na Ceia das Bodas do Cordeiro.

As bênçãos e a segurança para aqueles que celebram a Santa Ceia

1)   A nossa genuína comunhão com Jesus Cristo

Ao participarmos da Celebração estamos garantindo a nossa comunhão com Cristo, a Cabeça da Igreja. Afinal fomos chamados à comunhão com Jesus Cristo e através dela, ao participar-se dela é que nós demonstramos esta comunhão.

2)   Nossa participação nos benefícios provindos do sacrifício de Jesus Cristo 

Na participação do Corpo e do Sangue de Cristo, demonstramos  que seriamente temos aceitado o Sacrifício de Cristo e, que pela fé, assim fazendo, estamos compartilhando de todos os benefícios (Rm 3.24,25; 4.25; 5.6-21; 1 Co 5.7; 10.16

3)   Nossa comunhão com os demais membros do Corpo de Cristo

Primeiro é preciso termos comunhão com Cristo, a Cabeça do Corpo, mas também se faz necessário em ter comunhão como os demais membros do corpo de Cristo, a Sua Igreja (Atos 2.42: Fl 1.22; Cl 1.18; 1 João 1.7). Ao celebrarmos a Santa Ceia de Cristo comprovamos a nossa «unidade espiritual» em Cristo Jesus e, que compartilhamos dos mesmos propósitos, fé, amor e promessas (João 17.21).